sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Força Expedicionária Brasileira


Bom dia! Resolvi escrever hoje sobre a Força Expedicionária Brasileira (FEB) pois é um assunto pelo qual tenho especial interesse. O Brasil foi o único país sul-americano a enviar tropas para lutar na Segunda Guerra Mundial. A Argentina, por exemplo, só declarou guerra contra os países do Eixo quando a luta já estava praticamente decidida. Fomos praticamente forçados a reagir de alguma forma, uma vez que fomos atacados. Nossos navios mercantes estavam sendo afundados em alto mar e na Europa, e após o Brasil romper relações com os países do Eixo eles eram atacados em nossas próprias águas territoriais, levando muitos brasileiros à morte. Esse foi o fato de maior relevância para a formação da FEB, pois a opinião pública exigia uma resposta às hostilidades, afinal, muitos perdiam parentes e amigos.

Muita gente que curte estudar a Segunda Guerra não leu ainda sobre a nossa participação. Ela foi importante, podem acreditar! O Brasil, em acordo com os Estados Unidos, cedeu temporariamente locais no nordeste para a montagem de bases, facilitando o transporte de tropas aliadas que gastariam muito mais tempo e recurso se tivessem que partir de outro ponto. O saliente nordestino era chamado de "trampolim da vitória", e muito devem a ele os aliados.

Então essa postagem tem por objetivo despertar em quem a lê a vontade de pesquisar sobre nossos feitos na guerra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário